Página Inicial
Bem-vindo
02 de Junho de 2020, 01:40
Atualização 05.09.2017 às 14:29
Publicação 05.09.2017 às 14:26
O que é o Método APAC

A metodologia é referência na inclusão social de apenados. Nela, os condenados a penas privativas de liberdade são recuperados e reintegrados ao convívio social, de forma humanizada e com autodisciplina. Os próprios presos são corresponsáveis pela sua recuperação e contam com assistência espiritual, médica, psicológica e jurídica, prestadas pela comunidade.

Trata-se de um método de eficácia comprovada, que reduz custos e possibilita menor emprego de efetivo. Para se ter uma ideia, a média brasileira de reincidência no modelo tradicional é de cerca de 70%, enquanto que, nas APACs, fica em torno de 10%.

Atualmente, o modelo é utilizado em 18 países e em pelo menos dez estados do Brasil. Para funcionar, depende necessariamente de elementos como o envolvimento da comunidade e do voluntariado, além da participação efetiva dos núcleos familiares do detento. "

Implantação no RS

A primeira APAC do Rio Grande do Sul será instalada em Porto Alegre, na área do Instituto Penal Pio Buck. A estrutura, atualmente, é utilizada para a custódia de presos provisórios. No entanto, as novas vagas prisionais que serão abertas em curto prazo pelo Estado permitirão a desocupação do imóvel. Já existem iniciativas em Três Passos, Canoas e Porto Alegre.  A ideia é,  em 60 dias, oficializar o termo de cooperação que viabilizará a unidade da capital, com capacidade para cerca de 100 apenados.

Link desta página
SUSEPE - Superintendência dos Serviços Penitenciários
Expediente
Voluntários da Pátria, 1358 - 4º andar CEP 90230-010 - Porto Alegre/RS - Brasil Horário de atendimento: Segunda a Sexta-feira - 8h30 às18h - intervalo: 12h às 13h:30
Desenvolvido pela Procergs